Código Brasileiro de Extorsão de Trânsito

A cada dia uma notícia nova, uma maneira diferente e mais sórdida de extorquir o motorista, fazendo do Código Nacional de Trânsito, criado para normatizar e dar segurança aos motoristas e pedestres, em uma lei de extorsão dos motoristas que tentam cumprir a lei, mas que são os principais prejudicados e extorquidos com as artimanhas legais criadas pela arrancar dinheiro do povo. Continue lendo

A ONU, o jornalismo e o judiciário tupiniquim incitando o infanticídio

Se a mãe deste jornaZista esquizofrênico paranóico fosse uma abortista convicta, não estaríamos lendo esta sandice, bem como se as mães de togados de uma certa corte de justiça tupiniquim também fossem entusiastas do assassinato intra-útero das crianças que elas geraram, diversos deles não estariam lá. Continue lendo

O divórcio no islamismo

O cristianismo tem por premissa o instituto ou sacramento do matrimônio indissolúvel e a formação da familia composta por marido (homem), esposa (mulher) e os filhos com a proteção da instituição familiar e sua perpetuação, não cogitando sequer a possibiliade do divórcio e menos ainda do aborto, este considerado pecado mortal, enquanto no islamismo o casamento é uma instituição regida pela vontade dos conjuges, geralmente o marido, em mantê-lo e permite também casamento entre crianças, conforme a mostra o fragmento da Surata 62, extraido de uma versão traduzida e comentada do Al-Corão Sagrado. Continue lendo

Injeção letal em fetos é assassinato

Cadê o CFM que não exige do Congresso Nacional a suspeição por insanidade mental e abertura de processo de impeachment contra o ministro esquizofrênico paranoico em surto permanente de megalomania, macrovalia e delírio persecutório (F20.0) por exercício ilegal da profissão de médico, crime disposto no art.282 da lei 2848/40, o código penal e processual? Continue lendo

O Brasil tem um passado glorioso, um presente desastroso, e nenhum futuro

O Brasil do império era respeitado mundialmente por ter tido como imperador um cientista que priorizava participar de eventos científicos, aos quais comparecia com proventos próprios, pagando do próprio bolso, como está fartamente documentado, enquanto o Brasil do presente é desgovernado por um psicótico tóxico-metabólico, um bêbado, analfabeto, vaidoso que só quer holofotes. Continue lendo