Internet móvel no Brasil já é um lixo com o modelo atual e as operadoras ainda vem falar que cortarão a velocidade reduzido quando do fim da franquia para que os “clientes tenham uma experiência mais fiel em relação à internet que contrataram” isso é uma piada, para não dizer palhaçada. Por onde anda a ANATEL que não defende os usuários e não obriga estes abutres a dar qualidade pelo preço que cobram ao invés de quererem cobrar mais por um serviço que não vale nada. Se implantarem, de fato este modelo absurdo e criminoso, cancelarei todos os planos de internet móvel e de voz pós-pago que tenho e recolocarei meu velho e bom Palm Tungsten E2 para trabalhar, pois nele organizo todas as minhas agendas e contatos e não tenho que pagar nada por isso. Leia mais…

Os comentários abaixo, transcritos da matéria referenciada, ilustram bem o que os consumidores pensam e estão bem na linha do que escrevi acima.:

———————————————

Giovan há 1 hora

Isso é coisa de PT, “modernizando” nosso país. Estamos rodeados de Fibra Ótica, o que não dificulta levar internet de alta velocidade a qualquer lugar e a interligação das torres, estamos no tempo da pedra ainda a nível de melhorias. A anatel só serve pra nossa querida presidente ganhar mais dinheiro com leilões de frequências! Porque na hora de exigir melhorias por parte das operadoras, essa não serve pra nada, pois quando você abre um chamado no site, vai direto pra operadora, você reitera 500 vezes e nem uma vez a Anatel entra em contato com você, nada muda, como tudo que a PTzada faz… nada muda! Tudo continua igual, só “melhora” os impostos, a roubalheira, etc.

———————————————

Gabriel há 1 hora

O argumento que me deram na Vivo é que essa medida foi uma decisão da Anatel e que todas as operadores deveriam obedecer… O que acho complicado é que ao assinarmos um pacote não existe nenhum garantia de que nada vai mudar no dia seguinte. Preços e condições dos planos mudam sem nenhum aviso prévio.

———————————————

Bruno há 1 hora

1 – A velocidade completa do plano já é muito ruim.
2 – Retirando no texto da matéria: “as operadoras argumentam que precisam acabar com a velocidade reduzida para que os clientes tenham uma experiência mais fiel em relação à internet que contrataram – já que muitos passam boa parte do tempo navegando por uma internet bem inferior.”
Se muitos passam boa parte do tempo navegando por uma internet bem inferior, o problema, na verdade, é o tamanho do pacote de dados que é muito reduzido. Aí, ao invés de resolverem o problema aumentando o pacote de dados (que já não é barato) vão obrigar o carinha a compra mais transferência…
Resumindo, ao invés de resolverem o problema, estão trocando um problema por outro, no mínimo, de iguais proporções….

———————————————

Elemar há 1 hora
Ijuí/RS
membro desde 31/03/2014

antes de mais nada precisamos fazer valer os contratos que já temos, em segundo precisamos urgentemente uma normativa na área da telefonia móvel que possa assegurar que o que esta sendo contratado seja entregue, do contrario o consumidor deve ser ressarcido, eu sugiro um projeto de lei que determine a obrigatoriedade para as operadoras oferecerem faixas de velocidade sem nenhuma mensagem de sistema, ou seja dados brutos, sem distinção; desta forma cada um poderia ter uma internet de acordo com a tecnologia e qualidade da rede que tem presente.

———————————————

 

[Voltar]

Categoria: Notícias