Vacinação contra Covid-19 e o risco de miocardite – PEBMED

Miocardite não é uma patologia tão séria quanto aneuploidia, trissomia, nulissimia e outra alterações bioquímicas estruturais cromossômicas que poderão aparecer no futuro na descendência das crianças e pessoas em idade fértil imunizadas com com as vacinas de RNAm.

Ninguém está levando em consideração que vacinas como a da Pfizer, Astrazêneca, Jansen e todas as demais que usam esta novíssima tecnologia farmacêutica ainda não tem nenhum ensaio de farmacogenética concluído, estes levando entre 7 e 10 anos para serem concluídos com sucesso.

Ninguém sabe o que pode acontecer e se não estamos a beira de outro desastre farmacêutico igual ao da talidomida, nos anos 1960, ou quem sabe, pior ainda. Leia aqui

[Voltar]

Hits: 42