Sobre você

O politicamente correto está bestializando a sociedade e emperrando as ciências

Saiu no blog SempreUpdate uma notícia estranha: “Equipe Anti-Assédio do Debian remove pacote com nome de duplo sentido”.

Chamar a matéria (acesse aqui) de estranha é, no mínimo, ridículo. O correto é chamar de delírio puritano de pessoas de inteligência rara, cultura mediana e ignorância profunda.

O pacote, chamado de weboobs, abreviatura de Web Outside of Browsers, tem no final o termo “boobs”, que em inglês é uma gíria para mamas ou “tetas”.

O pessoal que recriminou o Debian a ponto de os mantenedores retirarem o pacote do repositório só por causa de parte do seu nome, se tivesse vivido na época em que eu comecei na microinformática teria infartado ou, no mínimo, tido um ataque histérico a cada vez que ligasse um micro com M$-DOS, o sistema operacional que reinou nos PCs até 1995 quando, ao ligar a máquina, a primeira frase que aparecia era “o hymen está testando a memória estendida… Concluído”. Himem, a membrana da virgindade das mulheres, pode ser considerado muito mais “obsceno” que boobs ou mamas, mas o hymen.sys era um aplicativo do M$-DOS que verificava se a memória RAM do micro estava pronta para entrar em funcionamento e que pulava na tela dos micros, mas ninguém reclamava ou falava nada.

O politicamente correto e o falso moralismo pseudo vitoriano estão atrasando e emperrando as ciências.

[Voltar]